05/03 17:22

Sepe, Imesc e Ufma formalizam parceria para o desenvolvimento do ZEE Biomas Cerrado e Costeiro

O secretário de Estado de Programas Estratégicos, Luis Fernando Silva, recebeu, nesta quinta-feira (5), o reitor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Natalino Salgado, e o presidente do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), Dionatan Carvalho, para juntos formalizarem o acordo de cooperação técnica entre o Governo do Estado e a Universidade para a construção do Zoneamento Ecológico Econômico do Maranhão, referente aos Biomas Cerrado e Costeiro.

O secretário Luis Fernando destacou que a parceria com a UFMA é fundamental para estreitar os laços entre a instituição, seu corpo técnico especializado e o Governo do Estado, por meio do ZEE, um importante instrumento voltado ao desenvolvimento sustentável do Maranhão.

“A instituição foi uma parceira durante o ZEE do Bioma Amazônico. E agora, com o novo acordo de cooperação técnica, fica evidenciada a importância da UFMA no processo de construção do ZEE dos Biomas Cerrado e Costeiro. O ZEE é um marco dentro das políticas de desenvolvimento sustentável do Governo do Estado e do Brasil. O trabalho leva conhecimento e traz segurança jurídica para o trabalhador, agricultor, empresários, sociedade civil, e todos que desejam conhecer e investir no território maranhense”, ressaltou o secretário Luis Fernando.

Segundo o reitor Natalino Salgado, o acordo permite o cumprimento do papel social da universidade, que tem como maior patrimônio o conhecimento, e ele precisa ser difundindo para a sociedade. “A partir dessa cooperação, a UFMA coloca o seu conhecimento e as suas expertises para atender às demandas dos projetos realizados pela Sepe e pelo Imesc. O compartilhamento desses saberes contribuirá para uma sociedade mais desenvolvida, favorecendo o crescimento dos municípios maranhenses”, finalizou.

O presidente do Imesc, Dionatan Carvalho, lembrou que a UFMA é responsável pela formação e atualização de um grande número de pesquisadores envolvidos no ZEE. “Os pesquisadores da Instituição vão contribuir nos estudos das áreas técnicas ligadas à socioeconomia, estudos dos solos, recursos hídricos e no diagnóstico produtivo da agricultura familiar”, relevou.

Também participaram da reunião os diretores de Estudos e Pesquisas do Imesc, Hiroshi Matsumoto, e de Estudos Ambientais e Geoprocessamento do Imesc, Josiel Ribeiro, além dos professores do Departamento de Economia da UFMA, Ricardo Zimbrão e César Labre.

Reitor da UFMA, Natalino Salgado, e secretário de Programas Estratégicos, Luis Fernando Silva, formalizam parceria

Reitor da UFMA, Natalino Salgado, e secretário de Programas Estratégicos, Luis Fernando Silva, formalizam parceria

ZEE

A segunda parte do ZEE abrange os municípios com áreas pertencentes aos Biomas Cerrado e Costeiro, totalizando 109 municípios. O ZEE é uma importante ferramenta de planejamento a ser utilizada tanto pelo Governo do Estado, quanto por agricultores, pecuaristas, empresários, pesquisadores, entidades de classe e sociedade civil. Ele é composto de uma série de pesquisas e estudos sobre solos, relevos, vegetação, fauna e componentes humanos de uma determinada região, além de indicadores sociais e econômicos como educação, mortalidade infantil, longevidade, produto interno bruto e renda per capita.

De posse dessas informações, tanto agentes públicos quanto privados podem tomar decisões mais significativas com relação a planos, programas e projetos, que utilizem recursos naturais, sem prejuízo da manutenção do capital ecológico e econômico. Ademais, o ZEE promoverá a democratização do conhecimento geoeconômico maranhense.

O ZEE dos Biomas Cerrado e Costeiro contempla as seguintes etapas: Diagnóstico Territorial, com informações sobre o meio físico, meio biótico, socioeconomia, uso e cobertura e jurídico institucional; Relatório de Prognóstico e Cenarização; Base de Dados em Ambiente Digital; Relatório de Zonificação do território, com indicação das zonas territoriais e dos seus usos potenciais; e Audiências Públicas, fase de incentivo a participação popular.

Toda a pesquisa é elaborada pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (SEPE), em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

Sepe, Imesc e Ufma formalizam acordo de cooperação técnica para trabalhos no ZEE

Sepe, Imesc e Ufma formalizam acordo de cooperação técnica para trabalhos no ZEE

Contatos

contatos

Endereço:
Rua 44 (Mexiana), Quadra 18, Número 35, Calhau
São Luís - Maranhão
CEP: 65071-732

E-mail:
gabinete.sepema@gmail.com

Horário de atendimento:
8h às 18h

Telefones:
(98) 2016-7888
(98) 2016-7889

Localização

localização